• André Vendrami

Abacate | 4 ótimos motivos para a fruta do momento fazer parte da sua dieta


A nova febre nas dietas saudáveis é o abacate. Os perfis do Instagram estão cheios de lindas fotos de pratos feitos com a fruta e as opções vão desde o café da manhã até o jantar, passando por pré, pós-treino e lanches. E não é à toa que esse alimento até então só consumido por muita gente em forma de guacamole na comida mexicana se popularizou tanto nos últimos tempos.


O abacate tem muitas propriedades que fazem bem à saúde, principalmente para quem pratica esportes. Repleta de vitaminas, mineiras e nutrientes importantes para o corpo humano, essa fruta ainda é bastante acessível e versátil, uma vez que é possível combiná-la com outros alimentos em pratos doces e salgados.


Os benefícios de uma dieta com o abacate – em muitos supermercados encontramos também o avocado, uma variedade da fruta com menos calorias, menor tamanho e preço um pouquinho maior – são muitos. Hoje listamos aqui quatro ótimos motivos para incluir o fruto de casca verde e caroço enorme na sua dieta. Vamos lá!


Proteção das células Para os esportistas, esse deve ser um dos principais motivos para que o abacate seja item frequente na dieta. Durante as atividades diárias do ser humano, o organismo produz radicais livres. Eles são responsáveis pelo envelhecimento, uma vez que acabam danificando as células, aumento o risco de doenças cardíacas e câncer. É aí que entra a nossa protagonista de hoje: no combate aos radicais livres e no controle do estresse oxidativo das células.

Fibras Cada 100g de abacate tem 7 gramas de fibras solúveis. Isso corresponde a 27% da quantidade recomendada diariamente para uma pessoa adulta. Além de ajudar no bom funcionamento do intestino, essas fibras auxiliam na perda de peso e na redução do açúcar no sangue. Outro benefício dessa grande quantidade de fibras é que quem consome abacate chega mais fácil à sensação de saciedade, importante recurso para quem quer emagrecer.


Gordura boa Se a gente disser que o abacate tem gordura – 77% das calorias da fruta são compostas por gorduras – é capaz de que as pessoas se assustem e passem a ter medo de consumi-lo. Mas, a verdade sobre essas gorduras é que elas são do tipo boas para o nosso corpo. Elas são chamadas de monoinsaturadas e ajudam a reduzir inflamações, além de ter propriedades importante no combate ao câncer, de acordo com diversos estudos.


Vitaminas essenciais E, se você ainda não está convencido de que vale a pena dar uma chance à nossa amiga verdinha, saiba que, além de ser muito rica em cobre, ferro, zinco e magnésio, o abacate ainda é uma excelente fonte de vitaminas como a E, C, K e B. Tudo isso é fundamental para o pleno funcionamento dos órgãos e sistemas do corpo humano e também para a absorção de nutrientes provenientes de outros alimentos de uma dieta saudável e equilibrada.

Como escolher um abacate Aí você pode estar pensando “nossa, é bom mesmo, mas como eu sei que estou comprando um abacate maduro e pronto para usar?”. Bom, escolher um abacate é muito simples. Primeiro você precisa analisar a fruta por fora, observar se não tem muitos amassados ou partes escuras demais na casca. O abacate tem diversas pintinhas pretas ou amarronzadas por fora, mas grandes áreas escuras podem significar algum processo já de apodrecimento ou transporte inadequado do produto, então, nesses casos, melhor evitar.


Em segundo lugar, para saber se ele está maduro, basta fazer uma leve pressão com a mão na casca. Se ela estiver firme, mas ainda assim parecer ceder discretamente, é um sinal de que estamos no caminho certo. Em seguida, pegue o fruto e balance-o. Você deverá sentir que o caroço está solto dentro dele. Isso quer dizer que temos um abacate prontinho para o consumo.


Ah, e claro, sempre vale frisar: como qualquer outro tipo de alimento, o abacate não deve ser a única fonte da dieta e deve ser consumido com moderação, ok?

© 2017 by Unicorns Brazil | CNPJ: 27746509/0001-34

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon